Grupo 3corações mostra o processo de produção do café em 14 passos

Infográfico apresenta todas as fases do circuito, da lavoura à xícara do consumidor

Depois do petróleo, o café é a segunda mercadoria mais importante para a economia mundial, e a bebida mais consumida, após a água. Para entender todo o processo produtivo, da lavoura até a xícara, a 3corações, empresa líder do setor no Brasil, preparou um infográfico em 14 passos.

infografico

O ciclo vai desde o preparo da muda até a colheita do fruto, o que pode levar três anos ou mais, e inclui pesquisas relacionadas à variedade, clima, solo e região de cultivo. Todas as fases exigem cuidado, para que o produto final chegue com a qualidade desejada, de forma que atenda às expectativas dos mais variados paladares. Em mais de 50 anos de história, a empresa é uma das maiores especialistas do segmento e conta com indústrias, comercialização, vendas e distribuição próprias, além de unidades de exportação, compra e rebenefício de café verde.

Confira a seguir os detalhes de cada um dos 14 passos:

1)    Preparo da terra: aplanta do café tem facilidade de adaptação a diversos tipos de solo, o que impacta diretamente sua produtividade, qualidade e tempo de vida produtiva.

2)    Plantio das mudas: selecionar as mudas, que podem ser adquiridas em viveiros reconhecidos por cooperativas ou institutos ligados ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

3)    Manutenção das plantas grandes: varia de acordo com o tipo desejado, e as plantas podem alcançar entre 1,5 m e 2,5 m de altura. As lavouras com altura superior tendem a ser substituídas ou podadas, para melhorar o manuseio e a produtividade.

4)    Controle de pragas: estratégia de ação com táticas de controle naturais e químicas, selecionadas e integradas em programas que tiram a máxima vantagem das características das plantas e dos fatores naturais de mortalidade.

5)    Tipo de colheita: a colheita do café pode ser realizada de forma manual, semimecanizada ou mecanizada. A primeira pode ser do tipo seletiva, que cata somente os frutos maduros ou do tipo derriça, ou seja, todos os frutos de cada ramo, colhidos com panos ou peneiras. No sistema semimecanizado, existe a utilização de derriçadeiras, equipamento que faz o trabalho do catador com mais rapidez e agilidade. E a mecanizada é feita com máquinas colhedeiras completas, automotrizes ou tracionadas por trator.

6)    Preparo no pós-colheita: os grãos podem ser separados em três formas de preparo:

a)    via seca – sem eliminação da casca, que resulta no café natura.

b)    via úmida – com a eliminação da casca e da mucilagem, para resultar no café despolpado.

c)    via semiúmida – com eliminação da casca, que obtém o café cereja descascado.

7) Beneficiamento: separação do fruto do café da casca e do pergaminho. São três fases: descascamento (retirada da casca e do pergaminho do grão); pré-limpeza (retirada de cascas e pergaminhos); e catação/separação (separação dos grãos perfeitos das impurezas, como folhas, paus, pedras e torrões de terra).

8) Classificação: feita com máquinas de beneficiamento (retirada da casca e do pergaminho do fruto do café) e rebeneficiamento (processo efetuado com o café em grão cru após o beneficiamento). São utilizados os seguintes processos: ventilação (retira o pó, pergaminhos, paus, folhas e outros); catador de pedra (retira os vestígios de pedras, areia ou torrões de terra); peneirão (separa o café pelo tamanho do grão); e eletrônico (retira os grãos defeituosos de coloração escura, como pretos, verdes e ardidos).

9) Torra: existe uma torra adequada para cada blend, origem ou variedade, que pode mudar conforme a região, país, cultura e tipo de preparo desejado. Pode levar de nove a 20 minutos.

10) Blend: combinação de cafés produzidos em diferentes propriedades, regiões ou países. Respeita critérios como: forma de preparo (naturais ou lavados), safra (ano de colheita), características de bebida, aspecto e peneira (tamanho do grão) e, em alguns casos, sua variedade (robusta ou arábica). É desenvolvido por um profissional com alto nível de conhecimento técnico e estratégico na seleção e preparação das melhores bebidas.

11) Moagem: comequipamentos de moagem de alta performance, que se alternam de acordo com o tipo de café desejado. Totalmente automatizado, um moinho pode moer até 4 mil kg por hora, conforme a granulometria desejada.

12) Embalagem: processo totalmente automatizado, com equipamentos de alta performance. São os seguintes: Linha Empacotamento a Vácuo 500 g e 250 g (produz até 120 pacotes por minuto); Linha Stand Pack ou Fundo Chato 500 g e 250 g (para cafés espressos, com ou sem válvula, que produz até 60 pacotes por minuto); Linha Almofada 500 g e 250 g (até 60 pacotes por minuto); e Linha de Cápsulas, de 2,5 g a 11 g (até 20 mil cápsulas por hora).

13) Transporte: o Grupo 3corações conta com logística própria, que distribui os produtos para o todo o País.

14) Sua xícara: momento para degustar uma das bebidas mais consumidas no mundo.

Sobre o Grupo 3corações
Fundado em 1959, no interior do Rio Grande do Norte, o Grupo 3corações é líder nacional no segmento de café torrado e moído, pioneiro e líder de mercado há mais de 20 anos, com o Cappuccino 3 Corações, e líder nas Regiões Norte e Nordeste com o café Santa Clara. Atualmente, a empresa industrializa e comercializa as marcas de café 3 Corações, Santa Clara, Pimpinela, Kimimo, Fort, Letícia, Fino Grão, entre outras, e possui o cappuccino #PRONTO, versão gelada pronta para beber da marca. Além desses produtos, o grupo produz filtro, porta-filtro, café solúvel, refresco em pó Frisco e Tornado, achocolatado Achocolatto 3 Corações e os derivados de milho e temperos Dona Clara e flocos de Milho Claramil.

Em 2013, ao estabelecer joint venture com a marca italiana Caffitaly System, a companhia iniciou a atuação no segmento de eletroeletrônicos. A parceria trouxe ao mercado brasileiro a solução inédita TRES, uma máquina multibebidas monodose em cápsulas, com mais de 12 sabores de bebidas quentes. O grupo fechou 2013 com faturamento de R$ 2,4 bilhões.

3corações aproveita a força de distribuição e a presença em todos os Estados para reforçar os laços com clientes e consumidores e consolidar sua liderança nacional. São 24 Centros de Distribuição (CDs), cinco Plantas Fabris (nove Unidades Industriais), três Unidades de Compra e Beneficiamento de Café Verde (Armazéns), uma Unidade de Exportação, uma Unidade Corporativa – a Integradora (CE, SP e MG) – e a Escola de Serviços e Sabores 3corações, que, juntos, geram mais de 4,7 mil empregos diretos. A empresa está presente em mais de 300 mil pontos de venda no País, com estrutura logística e comercial própria.

Informações para a imprensa:
Ana Paula Joaquim
 – anapaulajoaquim@rp1.com.br
Amanda Santos – amandasantos@rp1.com.br
Bruna Oliveira – brunaoliviera@rp1.com.br
Jessica Blumer – jessicablumer@rp1.com.br
Soraia Ascari – soraiaascari@rp1.com.br

RP1 Comunicação
Tel.: 11 5501-4655
www.rp1.com.br