Café do Moço anuncia novo espresso em cápsulas TRES, do Grupo 3corações, para consumo em casa

Edição limitada leva café 100% arábica cultivado na região de Matas de Minas e submetido a método pós-colheita conhecido como Sprouting Process.

mockup-moco-capsula

São Paulo, 18 de junho de 2020 – O Grupo 3corações, líder nacional no segmento de café torrado e moído e Leo Moço, torrefador e barista campeão brasileiro por 4 anos (2013, 2015, 2017 e 2018) que juntos estão à frente da marca de cafés especiais Café do Moço, de Curitiba, anunciam o lançamento em edição limitada do espresso Café do Moço em cápsulas TRES®, para consumo em casa.

O novo espresso Café do Moço é composto por grãos 100% arábica, cultivados na região de Matas de Minas e submetido ao método pós-colheita chamado de Sprouting Process, estudado pelo próprio Leo Moço desde 2014.

“Durante o Sprouting Process, os grãos têm seu potencial de germinação prolongando, como se estivéssemos colhendo cafés prematuros e utilizando uma incubadora no desenvolvimento de supergrãos.” Comenta Léo Moço. Após uma década de história, a Café do Moço se diferencia por atuar em todo processo de desenvolvimento dos produtos. “Todo esse trabalho resulta em cafés exclusivos e experiências incríveis para o consumidor”, completa o barista.

Nesse método, o café é mantido por um período de 120 horas dentro de um reservatório, em ambiente anaeróbico, que inibe o desenvolvimento de fungos e bactérias, possibilitando uma fermentação natural que potencializa as características de aroma e sabor.

O novo espresso Café do Moço – Edição Limitada por TRES, é um café exclusivo, que conta com um perfil aromático sensorial incrível, notas de frutas vermelhas, acidez cítrica, doçura elevada e corpo licoroso. Ele será produzido em cápsulas exclusiva para máquinas da TRES®, solução de espressos e multibebidas do Grupo 3corações e estará disponível para venda a partir de julho, exclusivamente no e-commerce da TRES (loja.escolhatres.com.br) e também na Cafeteria Café do Moço, em Curitiba. (Rua Moyses Marcondes, 609, Juvevê).